Trabalho híbrido: como gerenciar uma equipe parcialmente remota

Trabalho híbrido: como gerenciar uma equipe parcialmente remota
Henrique Tavares 3 de maio de 2022 9 min de leitura

O trabalho remoto não é exatamente uma novidade. Essa modalidade de jornada laboral já estava em uso bem antes do isolamento, provocado pela pandemia da Covid-19, e vinha alterando as rotinas por todo o mundo, contudo em um ritmo menos acelerado.

É inegável a popularização do home office durante os anos 2020 e 2021 por conta da quarentena. Em alguns setores quase a totalidade dos trabalhadores precisou adotar esse modelo e fazer de sua casa também o local de seu ofício.

Entretanto com o aumento da cobertura vacinal e a flexibilização das medidas de isolamento muitos profissionais começaram a retornar gradativamente aos seus locais de trabalho. Esse retorno foi responsável por originar um modelo híbrido que vamos abordar no decorrer deste texto.

Conhecendo as jornadas de trabalho 

Antes de entender o funcionamento do modelo híbrido é importante revisitar seus antecessores. Compreender a maneira como costumávamos trabalhar e as mudanças que tivemos que realizar é fundamental para se antecipar às dificuldades.

O modelo tradicional de trabalho

No modelo convencional de trabalho, o colaborador se deslocava diariamente de sua casa até a empresa em que prestava serviço.

Dentre suas atribuições estava, inclusive, obedecer horários de entrada e saída, participar de reuniões e exercer funções individuais.

O modelo home office de trabalho 

Diferente do modelo tradicional, um funcionário em regime de home office não tem a necessidade de se deslocar ao local da empresa.

As reuniões acontecem online e com hora marcada e cada funcionário precisa se disciplinar para cumprir suas atividades.

Leia nosso artigo com dicas de onboarding para colaboradores remotos.

O trabalho híbrido: uma introdução 

Em resumo, o modelo de trabalho híbrido é uma união dos dois modelos anteriores. Nas empresas que o adotam, os funcionários têm a opção de trabalhar na sede ou em home office, seguindo as indicações da empresa.

Este modelo permite maior flexibilidade de horários, mas em contrapartida possui algumas desvantagens como a diminuição do contato entre as equipes e a falta de estrutura do trabalho remoto.

Outro problema corrente é o ruído de comunicação que pode ocorrer caso membros de uma mesma equipe estejam em modelos de trabalho distintos. A falta de disponibilidade pode ser um grande empecilho.

Como será o futuro do trabalho com o modelo híbrido? 

Enquanto ainda estamos nos adaptando às mudanças impostas pela pandemia, repensar o trabalho é uma tarefa que devemos incorporar à rotina. E essa responsabilidade não é somente dos gestores de empresas.

Quem está do lado dos colaboradores também sente o impacto dessa transição e assim, reconhece a necessidade de modificar a dinâmica das relações trabalhistas.

Diante disso surge o questionamento: como será o futuro do trabalho em um mundo tão competitivo e constante transformação?

A perspectiva das empresas para o trabalho híbrido

Nesse cenário de alteração de jornada de trabalho, as empresas tendem a oferecer condições que permitam a atividade profissional.

Algumas medidas comuns que já estão sendo adotadas incluem flexibilizar a jornada, mas também criar mecanismos nas empresas para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores.

Confira o nosso artigo com as práticas de employer branding que podem salvar a sua empresa.

A visão dos colaboradores no trabalho híbrido

Para os funcionários das empresas o movimento é outro, mas de igual importância para que o todo possa funcionar devidamente.

O esforço dos colaboradores deve se concentrar em desenvolver as habilidades de trabalho remoto enfatizando, principalmente, comunicação e trabalho em equipe.

Confira o nosso artigo com as vantagens de trabalhar o employee experience.

Como estar preparado?

Na verdade, são muitas as habilidades que necessitam ser consideradas nesse novo momento das relações de trabalho. O avanço da tecnologia é o principal fator de atenção nesse processo.

Manter a rotina de atualizações em curso e além disso, acompanhar as novidades do mercado é essencial. E essa premissa vale tanto para empresas quanto para colaboradores.

Porque é difícil gerenciar uma equipe no modelo híbrido?

O modelo de trabalho híbrido requer planejamento e disciplina de todos os componentes da equipe. O nível de comprometimento deve ser elevado, pois com a divisão dos profissionais em diferentes espaços de atuação é complicado manter o foco nas mesmas demandas em tempo integral.

Isso ocasiona diversos problemas na operação como um todo, começando pela continuidade da comunicação. Times híbridos são mais difíceis de reunir e além disso, os desencontros de horário tendem a originar informações duplicadas com potencial de confundir e atrasar prazos.

Outro risco é diminuir o potencial de conexões de amizade dentro da equipe. A distância pode prejudicar a integração e ainda estimular rivalidades desnecessárias entre colegas que estejam separados pelo home office.

Algo que também preocupa gestores e colaboradores é a armadilha da visibilidade prejudicada. Os primeiros se queixam da dificuldade de identificar as atividades de todos os colaboradores, enquanto os últimos se sentem prejudicados pela distância.

Se é tão problemático, por que insistir? 

Na realidade, aderir ao modelo híbrido não é uma questão de escolha. O estilo de vida adotado na nossa sociedade está demandando essa mudança na estrutura do trabalho. A experiência com a pandemia da Covid-19 só confirmou essa necessidade.

Chega a ser contra produtivo exigir que equipes de trabalho tenham que se deslocar diariamente em um trânsito cada vez mais desgastante para cumprir tarefas que poderiam perfeitamente ser realizadas em home office.

Criar esquemas de alternância dessas equipes é uma solução aceitável, além de gerar economia de recursos internos, como o gasto com energia elétrica em empresas que adotam o trabalho em casa para todos em dias determinados na semana.

Mesmo que a empresa não opere dessa forma com todo o seu quadro de funcionários, a porção que o faz é beneficiada com um ganho extra de qualidade de vida que é revertido no aumento da produtividade.

O que vai garantir que essa produtividade realmente seja uma realidade, e não apenas projeção, é o manejo correto dessas equipes. Além da participação comprometida de todos os envolvidos.

Baixe o ebook Manual do Colaborador

Baixe o ebook Manual do Colaborador

Soluções para gestão do trabalho híbrido

É bem possível manter uma empresa funcionando na modalidade híbrida, mas é preciso levar em consideração uma porção de variáveis. Um bom planejamento é condição inegociável e também o comprometimento da equipe na execução desse plano.

Existem alguns pontos que se considerados podem facilitar bastante o desempenho do trabalho. Continue a leitura para conhecer essas considerações e realize alterações na sua própria equipe se necessário.

Confira o nosso artigo sobre employee experience.

Facilite a comunicação imediata

A distância entre as pessoas é um dos grandes empecilhos para a fluidez das demandas diárias. O ideal é conscientizar a equipe e, em seguida, definir horários específicos em que essa comunicação deve se dar.

Outra medida indicada é criar espaços em que possa acontecer um fluxo mais contínuo de contato, como grupos de whatsapp ou bate-papos em redes corporativas.

Incentive a socialização da equipe

Ações de socialização promovem integração que todo time necessita para atuar de forma coesa e entrosada. Em empresas de modelo híbrido essa atitude se faz ainda mais necessária.

Não precisa direcionar grandes recursos para viabilizar esses encontros. Quando houver uma razão mais significativa, tais como datas comemorativas internas, é importante investir em eventos maiores.

Mas, de maneira geral, basta incentivar conversas descontraídas durante o horário do expediente. Aquela parada para tomar um café é estratégica nesse sentido.

Normalize a resolução de conflitos

Existem conflitos em todas as organizações. Diferenças de opiniões, personalidades que se atritam, oscilações de humor. É algo completamente natural.

Os gestores devem aceitar esse fato e aprender a lidar com ele. O mais importante é saber a origem das discordâncias e então resolvê-las da forma mais amigável possível.

Busque sempre a perspectiva da equidade

Se a equipe está 100% trabalhando de casa todos os colaboradores estão desfrutando da mesma situação. Se todos estão no local de trabalho também temos aí uma situação de equidade de condições.

Contudo, no modelo híbrido essa equidade é praticamente impossível de alcançar. As condições de trabalho se diferenciam muito e tem o poder de alterar o rendimento.

Nestes casos é interessante tentar igualar de alguma forma essas condições, seja oferecendo melhorias – fornecer os móveis do escritório como empréstimo ou custear internet banda larga, por exemplo – seja sendo mais flexível com as entregas.

Leve a sério essa transição como uma mudança real 

Não adianta promover as mudanças que o modelo híbrido exige, mas manter uma mentalidade de trabalho tradicional.

Essas modificações que estão em curso são quase que irreversíveis quando observamos as relações de trabalho pelo prisma de um futuro breve. Cada vez mais vamos nos deparar com situações semelhantes e a atitude mais inteligente é se adaptar. Verdadeiramente.

Conclusão sobre o trabalho híbrido

Com o modelo híbrido de trabalho sendo cada vez mais preferido, em detrimento ao tradicional e ao totalmente home office, cresce a necessidade das mudanças em todas as empresas.

Os gestores possuem duas alternativas: encarar os desafios de equilibrar a produtividade das equipes situadas em localizações diferentes ou se recusar a seguir a tendência. Pensando que a segunda opção é um risco de ficar para trás, então espera-se que a maioria das empresas opte pela mudança.

É importante compreender o significado da adoção do modelo híbrido. A flexibilidade também significa poder trabalhar em qualquer lugar. Ou seja, dá pra trabalhar na empresa, em casa, em escritórios de coworking e etc.

Enfim, não existem limites para exercer a função laboral e também é possível se organizar para desfrutar de mais momentos de lazer.

Partindo desse princípio, então há mais equilíbrio na jornada de trabalho e consequentemente mais satisfação em produzir.

Disponibilizamos gratuitamente o nosso eBook sobre manual do colaborador para que você possa ter uma base sólida para sintetizar as informações que os seus funcionários e colegas de trabalho precisam para se orientarem. Utilizando as melhores práticas, você vai poder compilar um handbook que vai otimizar a comunicação interna da empresa. Baixe gratuitamente através desse link.


Compartilhe esse conteúdo