Manual do colaborador: 8 exemplos para você se basear

Manual do colaborador: 8 exemplos para você se basear
Henrique Tavares 24 de fevereiro de 2022 9 min de leitura

É comum que muitas empresas tenham um certo grau de dificuldade na hora de montar o seu manual do colaborador. Essa dificuldade interfere no momento em que as instituições precisam refletir, corretamente, sobre o que elas são. Mas também sobre quais são os seus valores e o que elas representam frente à sociedade.

Boa parte das organizações não dão a devida importância para a criação do seu manual do colaborador, até, por fim, precisar de um. Seja para promover uma lealdade do seu funcionário, resolver um problema com a cultura do local, realizar um bom processo de onboarding ou exigir planejamento e consideração, o manual se torna necessário. Mas não é uma tarefa simples fazê-lo.

Aprenda agora, neste artigo, o que é o manual do colaborador, qual é a sua importância e se baseie nos exemplos que preparamos para você e a sua empresa!

Boa leitura!

O que é o manual do colaborador?

O manual do colaborador ou manual do funcionário é um documento criado pela empresa, geralmente, pela equipe de RH, com o fundamento de comunicar as informações necessárias relacionadas ao trabalho e a instituição que os trabalhadores precisam saber.

Nele, estão contidos um breve resumo histórico sobre a empresa, seus valores, missão, visão, propósito, normas e regras do local, cultura organizacional, produtos e serviços oferecidos pela empresa, atividades realizadas pelos colaboradores, responsabilidades técnicas dos funcionários, entre outros.

Esse documento é entregue para os novos contratados e precisa ser renovado todo ano ou a cada seis meses. Isto é, dependendo das regras e necessidade da empresa. Após as renovações, a instituição deve entregar o manual do colaborador atualizado para os funcionários antigos e novos.

O manual precisa ter tudo que um funcionário novo precisa saber para começar a trabalhar. O envio do manual pode ser feito como uma cópia por e-mail junto com um texto de boas-vindas ou entregar uma cópia impressa, presencialmente, ao trabalhador.

Em resumo, o manual do funcionário não apenas serve para fazer o novo trabalhador contratado se sentir mais preparado e seguro para realizar as suas atividades do dia a dia no seu local de trabalho, como também para aumentar a eficiência, imediatamente, do novo funcionário.

Saiba mais sobre o que é o manual do colaborador, clicando aqui!.

Por que o manual do colaborador é importante?

Em uma empresa, é fundamental que todos os funcionários disponham do mesmo propósito e visão que o local possui. A partir daí, surge a importância do manual do colaborador. Afinal, é nele que estarão contidas todas as informações do que a empresa espera dos seus funcionários.

Além disso, no manual, a empresa consegue estabelecer seus princípios éticos e morais, transformando a convivência dos funcionários mais positiva e permitindo posturas adequadas e convenientes. Isto é, conforme a necessidade e visão ética da empresa.

Ademais, esse documento facilita a comunicação interna e possibilita orientar os colaboradores quanto a sua atuação conforme às condições de seu contrato de trabalho. Sendo fundamental para nortear as suas ações.

Certamente, o manual do colaborador propicia ao funcionário rápido entendimento sobre a empresa, bom clima e interação com os colaboradores entre si e na relação colaborador-empresa, explicita direitos e deveres do colaborador e da instituição e facilita os treinamentos posteriores dos funcionários.

Inclusive, o manual do funcionário é fundamental para o processo de onboarding da empresa. Ele ajuda a facilitar o processo de integração e adaptação, tornando-o mais organizado e simples. Por isso, investir em um bom manual do colaborador é fundamental e pode facilitar diversos processos da instituição.

Aprenda tudo sobre o processo de onboarding, clicando aqui!

Baixe o nosso ebook gratuito sobre manual do colaborador!
Baixe o nosso ebook gratuito sobre manual do colaborador!

8 exemplos de manual do colaborador para você se basear

Por mais que a empresa tenha uma boa noção do que colocar no seu manual do colaborador, pode ser difícil no momento da escrita, isto porque, no momento da montagem e visualização, as ideias podem ser perdidas, reprimindo a evolução da escrita.

Para começar, listar todos os tópicos que você deseja colocar no manual da sua empresa é imprescindível. Uma vez que, ficará mais fácil escrever o manual do funcionário tendo um roteiro a seguir.

Em razão de facilitar ainda mais para você, nós selecionamos algumas referências e exemplos para você se basear. Até porque, é muito mais fácil visualizar como será o manual do colaborador de uma empresa tendo boas inspirações como ponto de partida.

Aqui vai a lista de algumas empresas que possuem um manual do colaborador inspirável para te ajudar no processo de criação do manual da sua instituição:

1 – Facebook

No mundo dos manuais do funcionário, o manual do Facebook chama muita atenção por tamanha dedicação na sua elaboração. O manual do colaborador da empresa é tão impactante que quase suplica que o trabalhador leia repetidamente. Com certeza, vale muito a pena utilizá-lo para suas inspirações.

Esse tipo de documento é um ótimo exemplo, também, para fazer os antigos funcionários possuírem contato frequente com o manual do colaborador por ser bem atrativo. Até porque, é importante que a leitura do manual seja constante para reafirmar os princípios éticos da empresa e as atividades diárias dos antigos e novos funcionários.

2 – Pronto Marketing

Podemos dizer que o manual do colaborador da empresa Pronto Marketing chegou bem perto do nível de perfeição! A instituição elaborou um guia, extremamente bem-apessoado e com fácil leitura, garantindo que qualquer trabalhador absorva bem as informações contidas.

Além do mais, seu índice de aparência contemporânea comunica que os leitores estão fazendo uma boa iniciação, o que é fantástico. O manual do colaborador da Pronto Marketing utiliza de muitos recursos facilitadores de leitura e fácil visualização, o que simplifica o entendimento do leitor.

3 – Trello

Além da empresa Trello facilitar a vida de outras pessoas e empresas, oferecendo sua plataforma fantástica de planejamento e organização, ela é conhecida por hospedar o seu próprio manual do funcionário. Ou seja, o manual da empresa está presente dentro do próprio Trello.

Portanto, é fácil de acessar e qualquer pessoa pode adquirir o seu manual do colaborador, tanto os funcionários quanto os pesquisadores. Por isso, considerada uma potência da tecnologia, a empresa Trello tem um mecanismo excepcional para a entrega do material.

4 – GitLab

O manual do colaborador da GitLab é bem atrativo pois ele é aberto ao público para afirmar o seu comprometimento com a transparência, um dos seus principais valores éticos. Além disso, eles aceitam críticas, sugestões de melhorias e permitem que o leitor adicione esclarecimentos, o que transforma o seu manual bem didático e versátil.

Dispondo de mais de 13.804 de páginas de texto quando impresso, o manual do funcionário da equipe GitLab, também auxilia como um artifício central para coletar informações de como a GitLab atua como uma empresa.

5 – Valve

Por causa da sua formulação impecável, o manual do funcionário da Valve pode ser considerado um exemplo plausível de recurso para organizações que têm buscado boas inspirações sobre manuais.

A Valve viralizou há muito tempo, com o fundamento de cobrir todos os detalhes importantes de uma empresa, desde a filosofia de negócios até conduzir as novas contratações no seu primeiro dia de trabalho.

6 – Netflix

Quer um belíssimo exemplo de manual do funcionário que consegue traduzir bem claramente a cultura e os princípios éticos da empresa? Está aí o manual da Netflix. E tem mais, a empresa define, perfeitamente, os seus valores no manual, ao mesmo tempo que os torna funcionais entre os colaboradores.

Contudo, é um verdadeiro e bom exemplo de manual que traduz o que o funcionário precisa saber e gera ação na prática.

7 – Hubspot

Colocamos o manual da empresa Hubspot nesta lista, porque é mais um excelente exemplo de transparência. O manual do colaborador da Hubspot apresenta muitos recursos pela utilização do manual padrão do PowerPoint. Estando presente também no SlideShare, o que afirma mais uma vez o seu compromisso com a transparência. 

8 – Nordstrom

Apesar do manual da Nordstrom não abordar todos os pontos que muitas empresas podem querer abordar, sua elaboração de maneira simples apresenta o conceito de facilidade e prontidão. Por isso, para começar, a empresa pode utilizar este exemplo como uma ideia simples e, em seguida, ramificar mais depois.

Como visto nos exemplos apresentados, existem inúmeras maneiras para construir um manual do funcionário! Desde abordagens mais simplistas até abordagens mais complexas. Para saber o que mais se adequa a sua empresa, a melhor forma é começar a escrever!

Comece com um rascunho, listando todos os tópicos importantes que não podem ficar de fora do manual da sua instituição e, daí em diante, você começará a identificar qual é o tipo de manual que mais se enquadra na realidade da sua empresa.

Inicie escrevendo qual é o núcleo, princípios éticos, valores, propósito, missão e faça um breve resumo do que se trata a instituição. Assim, o funcionário iniciará a leitura já entendendo de como é o local que ele começará a trabalhar.

Após encontrar a natureza e essência da sua empresa, você pode utilizar qualquer um dos manuais listados neste artigo para servir como uma fonte de inspiração para a criação do manual do colaborador da sua instituição.

Para te ajudar ainda mais nessa missão, acesse o Ebook – Manual do Colaborador, que nós preparamos especialmente para você e sua empresa!


Compartilhe esse conteúdo