Como melhorar o onboarding em 3 passos

Como melhorar o onboarding em 3 passos
Henrique Tavares 17 de maio de 2022 8 min de leitura

O momento em que um novo funcionário chega é único e pode impactar diretamente em tudo que ocorre na empresa. Assim, fazer um bom onboarding é criar uma maneira de receber bem e permitir que o funcionário se sinta à vontade na organização.

Onboarding é uma expressão muito usada pelos profissionais de RH e se traduzida do inglês significa “embarcando”

Neste artigo, vamos te explicar o que é o onboarding e te ensinar formas para melhorar esse processo na sua empresa. Acompanhe a leitura para entender como isso é possível.

O que é onboarding?

Como você já deve saber, onboarding é uma expressão derivada do inglês, que ao ser traduzida significa “embarcando”, ou seja, embarcar na cultura da empresa.

Entre os profissionais da área de recursos humanos (RH), o termo usado para representar o processo de integração dos profissionais recém-contratados ao cotidiano da empresa.

Isso exige um alinhamento de rotinas e valores, fator fundamental para a melhoria da gestão de pessoas dentro da empresa.

Esse processo visa adaptar os novos colaboradores e capacitá-los para o desempenho de suas funções de forma eficiente. Mas também, em plena sintonia com a cultura da organização.

O onboarding é composto pelas seguintes ações: orientação, supervisão, acompanhamento e treinamento.

É fundamental que as empresas saibam que o onboarding não depende de uma simples apresentação e conversa, mas envolve várias etapas. Por isso, deve ser bem planejado pelo setor de recursos humanos, para que a organização possa alcançar os benefícios e resultados oferecidos por esta preciosa ferramenta estratégica.

Por que se preocupar com a experiência de onboarding?

Quando falamos de onboarding, estamos falando de uma melhor experiência de integração dos funcionários. Quando isso ocorre, há um aumento na produtividade, mais engajamento e envolvimento dos funcionários. Tudo isso se reflete em clientes satisfeitos, que é o seu maior objetivo.

Então, se você está passando por dificuldades com o seu quadro de funcionários, ou está enfrentando muita rotatividade, investir em estratégias de integração pode ser o que vai te ajudar a solucionar esse problema na sua empresa.

De nada adianta tentar ser moderno ou fazer uso das melhores tecnologias, se a mentalidade não for diferente. O uso das estratégias de integração, deve ser feito para proporcionar mais interação, mas também, para motivar os seus colaboradores a serem mais participativos.

3 passos para melhorar seu processo de onboarding

Para te ajudar a melhorar o seu processo de onboarding, listamos 3 passos. Veja a seguir!

1º passo: elabore um caso de negócio para integração

Para que você não fique perdido sem saber o que fazer, verifique se já existe um caso de negócios para seu projeto de integração. Um onboarding bem-sucedido exige orçamento e recursos, pois você vai precisar ter uma tecnologia parceira, para que a experiência de integração seja incrível.

Vale ressaltar que é importante ir além da simples digitalização para criar uma experiência incrível para os colaboradores.

2º passo: trace objetivos claros

Você tem analisado seu negócio e está percebendo que seus funcionários estão faltando muito? Seus clientes andam insatisfeitos?

Para resolver esse problema, é necessário alinhar os objetivos que você deseja alcançar com as estratégias de negócio traçadas. Isso vai tornar mais fácil o processo e trazer melhores resultados. Mas para isso, é necessário garantir que seus colaboradores vão se engajar ao longo do caminho.

Para saber se isso está acontecendo, não se esqueça de medir o impacto que o seu processo de onboarding está trazendo para o negócio.

3º passo: deixe claro quais são os valores e cultura da empresa

O objetivo da integração baseada no engajamento é fornecer aos novos contratados uma experiência de integração única, mas deve estar alinhada com a promessa e a realidade da marca.

Pegue seu EVP e escreva quem você é e qual a imagem que você gostaria de passar, em seguida, identifique as formas, comportamentos, experiências, mensagens, você pode deixar claro como sua marca funciona para novos funcionários assim que o contrato for assinado.

Se você quer mostrar a autenticidade da sua empresa, não pode ainda está usando processos de integração ultrapassados, é preciso inovar e mostrar o seu diferencial desde o início.

Baixe o ebook Manual do Colaborador

Baixe o ebook Manual do Colaborador

Como deve ser um bom processo de onboarding e como você deve melhorar?

Agora que você já sabe o que é o onboarding e como ele, quando bem feito, pode ser um grande diferencial para a sua empresa, listamos a seguir 4 coisas que não podem faltar em um processo de onboarding de sucesso. Veja!

1. Proporcione uma experiência personalizada

Faça o seu colaborador se sentir íntimo e próximo de você. Isso vai permitir que a experiência seja melhor e além disso, mais produtiva tanto para você, quanto para os funcionários e clientes.

Para garantir um processo de onboarding de sucesso, então é fundamental que você elabore experiências personalizadas para as demandas de cada um dos seus colaboradores, isso vai te ajudar a acessar cada um deles individualmente e potencializar os resultados do processo.

2. Pré-onboarding

É importante ter em mente que o seu processo de onboarding começa desde o primeiro contato com o novo colaborador, ou pelo menos quando ele assina o contrato.

O que faz o funcionário não se engajar ou não se sentir alinhado com a empresa, é a forma como vai lidar com o processo de recrutamento e seleção. Se você já começa a mentir, dando informações falsas e o funcionário descobre, com certeza ele não vai ter a mesma motivação.

Além disso, desenvolver uma relação pessoal e de proximidade apoiando e esclarecendo qualquer dúvida que apareça pelo caminho, vai te ajudar a ter a confiança do seu colaborador e deixá-lo motivado.

O pré-onboarding, é o que vai dar as boas-vindas aos novos funcionários e torná-los parte da equipe, aprendendo qual é e como funciona a cultura da organização. Por isso é importante sair do clichê e investir em um processo que permita aos novos funcionários não se sentirem perdidos.

3. Quanto tempo pode durar o processo de onboarding

Apesar de muitos acreditarem que existe um período de tempo estimado para a duração do processo de onboarding, não existe uma regra clara que estipule isso.

O processo de integração deve levar o tempo necessário para que os novos funcionários se sintam acolhidos e aptos para entregar o melhor de si.

Com certeza isso leva tempo e requer empenho de todos os envolvidos, isso deve levar cerca de um ano, pelo menos. Então, nada de pressa ou de ficar se prendendo a um script. Deixe que o processo flua e esteja sempre atento e disponível.

Um bom processo de onboarding

É claro que você quer ter um diferencial para se destacar no mercado e atrair os melhores funcionários.

Para isso, você precisa ter seus objetivos claros, conhecer como a palma da sua a mão a empresa e tudo que acontece nela, para poder passar isso aos novos funcionários, de maneira que eles se sintam conectados e engajados com os valores e a cultura da empresa e possam se sentir parte da equipe.

Isso significa, que você vai precisar ter bons gerentes a frente desse processo, já que eles serão a vitrine da sua empresa e os responsáveis por proporcionar as melhores experiências para os novos funcionários.

Então, vale a pena investir em tecnologias de integração para deixar os seus gerentes ainda mais capacitados para este processo.

Em muitas empresas, o processo de onboarding acaba ficando esquecido. As experiências de integração positivas podem aumentar o envolvimento, a produtividade e a satisfação do cliente, reduzindo a rotatividade e os custos de recrutamento, além de economizar tempo e dinheiro com as dinâmicas de contratação.

Entender esses fundamentos, vai permitir que você possa criar uma experiência de integração de funcionários que seja agradável para eles e que traga retornos para a empresa.

Conclusão de como melhorar o processo de onboarding

Se você chegou até aqui, então já deve ter entendido o quanto melhor o processo de onboarding da sua empresa pode te ajudar a ter melhores resultados. O processo de integração visa oferecer um maior sentimento de pertencimento aos associados, evitando assim, que o novo integrante tenha problemas de adaptação e saia do cargo.

Dessa forma, o onboarding visa reduzir a rotatividade da empresa, tornando toda a equipa unida e integrada. Não é incomum que muitas pessoas tenham dúvidas sobre como a integração pode ajudar na contratação de novos membros, é bem simples na verdade. O programa de integração consiste em estimular o novo integrante a se sentir pertencente e se adaptar mais rapidamente à cultura da empresa.

Disponibilizamos gratuitamente o nosso eBook sobre manual do colaborador para que você possa ter uma base sólida para sintetizar as informações que os seus funcionários e colegas de trabalho precisam para se orientarem. Utilizando as melhores práticas, você vai poder compilar um handbook que vai otimizar a comunicação interna da empresa. Baixe gratuitamente através deste link.


Compartilhe esse conteúdo