Como a liderança positiva afeta a experiência dos colaboradores?

Como a liderança positiva afeta a experiência dos colaboradores?
Henrique Tavares 10 de março de 2022 10 min de leitura

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e ter uma gestão que obtém resultados faz toda diferença na hora de alcançar metas. A liderança positiva vai além da competência em liderar, supera o carisma interpessoal e exerce muito mais influência sobre a experiência dos colaboradores do que é imaginado.

Por vezes, a liderança é mais do que um rol de habilidades teóricas, mas um conjunto de ações e habilidades que atua de maneira implícita e explícita sobre a percepção de cada colaborador. 

Um aspecto crucial de uma boa liderança é motivar indivíduos de qualidades diferentes a um mesmo objetivo. Isso significa dizer que toda e qualquer gestão influencia diretamente na experiência dos seus liderados. 

Neste sentido, este artigo visa debater sobre como a liderança afeta a experiência dos colaboradores. Para saber mais sobre esse tema tão relevante, não deixe de ler este artigo!

Boa leitura!

O que é liderança positiva?

Para entender a influência que a liderança tem sobre os colaboradores é necessário conhecer algumas maneiras de expressá-la. Sob esse contexto é importante falar sobre a liderança positiva. 

O conceito tem se popularizado cada vez mais devido à quantidade de vantagens que acarreta para as organizações.

A liderança positiva é aquela que mobiliza as pessoas envolvidas no processo através do engajamento organizacional e valorização dos pontos fortes de cada um dos componentes do grupo. Como consequência, o líder terá uma equipe focada e motivada.

E esses não são os únicos benefícios do modelo. Além de chegar mais perto de entregar os resultados esperados, tal liderança fomenta a viabilização do retorno financeiro de maneira mais rápida devido ao sucesso da equipe. 

Afinal, fazer uma equipe produzir é mais do que delegar funções, é imbuir os colaboradores da cultura organizacional da empresa. Por isso, um líder positivo e envolvido no processo da empresa motiva os colaboradores a envolver-se também. É o exemplo que motiva as atitudes! 

Além do mais, compartilhar conhecimentos é melhor do que compartimentá-los, e assim obter melhores e maiores retornos. Essas são as premissas da liderança positiva. Confira abaixo mais dos benefícios do modelo.

Impactos da liderança positiva para os colaboradores

Melhora do clima organizacional

Uma empresa é o resultado direto do conjunto de trabalhadores que nela se encontra. E  a consequência da qualidade apresentada por esta comunidade laboral determina como se apresenta o clima organizacional corporativo. Por isso a importância de ter no seu quadro funcional e estratégico um conjunto de lideranças positivas.

Os impactos de uma liderança positiva atuam diretamente no clima organizacional de uma equipe. Afinal, uma equipe bem instruída e amparada resulta em um maior engajamento de todos os envolvidos e, por consequência, em uma maior produtividade para a empresa. 

Melhora na comunicação

Além da melhoria no clima organizacional, a liderança positiva permite um contato claro e respeitoso. A manutenção de boas práticas de relações interpessoais promove a produtividade e o desempenho de todos. Isso possibilita à equipe uma comunicação assertiva e evita ruídos entre os colaboradores. 

A participação de todos colaborando com ideias, sugestões, dúvidas e problemas apresentados contribui para o crescimento do grupo. O trabalho transcorre numa relação de troca de experiências e insights promissores. Assim torna-se mais fácil alcançar uma mobilização geral para determinado objetivo. 

Manutenção de talentos

No mundo corporativo competitivo, a manutenção de mão de obra qualificada se mostra mais importante que o próprio descobrimento de novos talentos. Decerto, leva muito mais tempo e trabalho para encontrar bons profissionais no mercado de trabalho.

É na percepção de talentos que acontece a melhora do desempenho da equipe como um todo, trazendo assim mais comprometimento e mais motivação. Nesse momento a liderança positiva exerce papel fundamental na manutenção de talentos.

Afinal, é a partir do reconhecimento da qualidade do produto final que se mobiliza a coesão do espírito coletivo valorizando os autores do resultado. Ser um bom líder é estimular os colaboradores a participar ativamente.

Através da manutenção de talentos, as organizações propiciam e desfrutam do desenvolvimento de profissionais que crescem e desejam melhorar cada vez mais junto com a empresa.

O retrato de uma liderança tradicional na experiência dos colaboradores

Com a pressão por resultados em um tempo cada vez mais curto, nem todas as corporações deram o salto qualitativo no tipo de liderança que a compõem. Ainda apresenta-se na função o tipo de liderança tradicional. 

Esse tipo de liderança permanece pois também entrega resultados, porém o processo estabelecido é divergente da liderança positiva em vários aspectos.

Aspectos de uma liderança tradicional

O líder tradicional mantém a condução do projeto e resultado dentro exclusivamente de suas diretrizes. A centralização das decisões permite que apenas a liderança usufrua do resultado bom do projeto e do prestígio que a ele esteja ligado. Enquanto, no seu insucesso seja distribuída a culpa.

Já entre os colaboradores o trabalho se desenvolve numa eterna disputa interna tanto por atenção e o reconhecimento transitório pelo chefe quanto por pressão de uma remuneração variável. Desta forma, gera uma comunicação precária cheia de entrelinhas e subterfúgios.   Assim, o clima organizacional gravita entre a desconfiança e competitividade pessoal.

Para avaliação dos empregados, este tipo de liderança utiliza indicadores pontuais de análise e correções de pontos fracos pessoais trazendo para a organização um clima de cobrança exagerada. Com influência direta na rotatividade do quadro organizacional.

Como consequência dessa liderança, segundo a Michael Page, cerca de 8 em cada 10 profissionais se demitem por conta do chefe. Tal índice traduz a necessidade de repensar o fazer da liderança dentro das organizações.

Como exercer uma liderança positiva na experiência dos colaboradores

Uma liderança positiva se constitui a partir do engajamento e empoderamento de seus colaboradores de ponta a ponta. Para exercer esse tipo de liderança é necessário um olhar atento para reconhecer os pontos fortes e empatia acima da média. 

Da mesma maneira, é importante realizar o exercício de competências socioemocionais durante a comunicação e ter comprometimento com a equipe no trabalho a ser desenvolvido. 

Através de uma comunicação clara e inspiradora com a equipe, esse líder transforma o espaço colaborativo em um ambiente melhor continuamente. 

Assim como, ao abordar os integrantes do grupo com feedbacks reais e favorecedores, o gestor incentiva a cultura de bons valores no espaço de trabalho. 

O líder positivo desperta nos colaboradores potenciais criativos, bem como a autonomia do autogerenciamento. Mais motivados e a partir de decisões descentralizadas, os liderados tornam-se mais engajados no trabalho. 

Como consequência, têm-se a eficiência desenvolvida em uma equipe, por meio de uma liderança positiva, e que traz resultados promissores para toda organização.

Por isso, o perfil de uma liderança positiva impacta diretamente no desempenho de seus liderados, estabelecendo uma relação de confiança e reciprocidade. Isso se torna possível através da transparência e validação dos compromissos assumidos por todos em favor do alcance das metas estabelecidas.

O que as organizações buscam?

É de entendimento geral que os colaboradores sempre refletem o posicionamento e os valores exercidos pelo líder. 

Desse modo, as organizações que querem  destaque em suas áreas de atuação investem cada vez mais em lideranças positivas, pois elas agregam sempre mais valor ao capital gerado. 

Estar entre os maiores destaques organizacionais demanda uma grande responsabilidade para com a empresa e seus colaboradores. 

Afinal, o mundo do trabalho está mudando e é necessário que pessoas que queiram se manter firmes nesse meio, se desenvolvam e exerçam habilidades requisitadas também nessa evolução.

Divisão de deveres: por que a experiência dos colaboradores não é apenas responsabilidade do setor de recursos humanos, mas também da liderança?

Como dito, muito mudou e o mundo moderno requer também medidas modernas para oferecer os melhores resultados. Isso demanda uma transformação de dentro da célula de qualquer empresa.

Por isso, aquela história de que a experiência dos profissionais está a cargo dos funcionários e analistas de recursos humanos (RH) ficou para trás!

Na realidade, existem muitas outras pessoas e cargos que mantêm mais contato com os colaboradores do que os próprios analistas de RH.

Decerto, cabe a esse setor zelar pelo envolvimento sadio dos funcionários, bem como reconhecer os talentos e alinhá-los aos nichos da organização.

No entanto, são os líderes que estão no dia a dia desses profissionais e podem condicionar, cada vez mais, um ambiente propício ao desenvolvimento dos colaboradores e da manutenção do bem estar do mesmo.

Quanto mais as empresas perceberem que os processos se dão de maneira dividida e que todos têm responsabilidade, principalmente pelo clima organizacional da empresa, melhor será trabalhar naquele local.

Conclusão sobre como a liderança afeta a experiência dos colaboradores

Após entender um pouco sobre a liderança positiva, bem como sobre seus contrapontos com a liderança tradicional, você deve ter percebido que tais mudanças só trazem vantagens.

A experiência dos colaboradores pode ser otimizada através do engajamento, motivação e reconhecimento de talentos.

Ademais, os famosos feedbacks têm um poder muito grande sobre a experiência dos funcionários. Em vez de serem desencorajadores, eles podem oferecer críticas construtivas e demonstrarem empatia sobre o liderado.

Esse certamente é um modo melhor de incentivar a evolução da equipe e dos produtos finais. Então pense em avaliar a sua gestão com o intuito de garantir que ela está sendo encorajadora e não um desafio para os seus colaboradores.

Disponibilizamos gratuitamente o nosso eBook sobre manual do colaborador para que você possa ter uma base sólida para sintetizar as informações que os seus funcionários e colegas de trabalho precisam para se orientarem. Utilizando as melhores práticas, você vai poder compilar um handbook que vai otimizar a comunicação interna da empresa. Baixe gratuitamente através desse link.


Compartilhe esse conteúdo