Programa de apadrinhamento: como melhorar o onboarding de colaboradores

Programa de apadrinhamento: como melhorar o onboarding de colaboradores
Henrique Tavares 26 de abril de 2022 9 min de leitura

Nós sabemos que o primeiro dia de trabalho de um novo funcionário contratado em uma empresa gera um mar de emoções e sentimentos para o trabalhador. Desde uma enorme felicidade que vai até ao medo de falhar, esses sentimentos podem ser sentidos por todos os colaboradores. Isto é, independentemente de serem experientes ou não.

Afinal, ao começar um novo trabalho em uma nova instituição, o trabalhador terá que se adaptar a uma nova rotina de trabalho, a novos fluxos, a novos processos. Mas também, a uma nova cultura organizacional.

Por isso, pensando em oferecer ainda mais uma experiência positiva para o colaborador e, consequentemente, melhorando o processo de onboarding da empresa, surgiu o programa de apadrinhamento. Isto é, uma técnica de onboarding que serve para integrar o novo funcionário contratado à empresa com mais eficácia, praticidade, produtividade e rapidez.

Portanto, confira agora o que é o programa de apadrinhamento, como funciona e seus benefícios. Além disso, aprenda como aplicá-lo de maneira positiva no processo de integração da sua instituição.

Boa leitura!

Para saber mais sobre o que é o onboarding, processos e como implementar na sua empresa, clique aqui!

O que é o programa de apadrinhamento?

Quem tem a experiência na vida de ter um padrinho por perto o tempo inteiro, sabe o quanto é bom a vivência de ser um(a) afilhado(a). Isto porque, de acordo com a função dada aos padrinhos, eles estão ali para auxiliar, apoiar, ensinar, acautelar e zelar pelos seus afilhados.

Contudo, pensando nessas atribuições dedicadas aos padrinhos, surgiu-se o programa de apadrinhamento aplicado às empresas. Este programa consiste em escolher um membro da equipe experiente para ser padrinho de um novo funcionário contratado. Para que assim, ele ensine tudo sobre a empresa e as atividades do trabalho que o novo colaborador precisa saber.

Assim como na vida, a função do padrinho na empresa é orientar, advertir quando necessário, ensinar, apoiar e acompanhar todo o processo de integração do novo funcionário contratado. Portanto, a empresa precisa ser bem cautelosa no momento de escolher os seus padrinhos.

Mesmo tendo muita experiência, quando um funcionário inicia os seus trabalhos em uma nova instituição, ele sempre tem muito a aprender. E por isso, precisa de um determinado tempo para desenvolver e adaptar as suas habilidades de acordo com as normas da empresa. E é justamente, em todo esse processo, que o padrinho precisa estar presente e fazer um acompanhamento ativo e constante do novo contratado.

Por isso, o membro da equipe escolhido para o programa de apadrinhamento precisa ter algumas características cruciais. Como: uma excelente relação interpessoal, ótimo conhecimento técnico sobre as normas da empresa, assiduidade, paciência para ensinar. E o mais indicado, é que o funcionário possua um bom tempo de experiência na instituição.

baixe nosso ebook como construir um programa de padrinhos eficiente

Por que o RH deve se preocupar com as conexões sociais?

Nós, seres humanos, somos envolvidos positivamente através das nossas conexões sociais. Afinal, a tendência é nos sentirmos muito melhores quando estamos com pessoas queridas e que amamos por perto, do que quando estamos sozinhos ou deslocados em algum ambiente desagradável.

Portanto, pensar em excelentes conexões sociais também no ambiente de trabalho da sua empresa, faz toda a diferença no envolvimento e engajamento do novo funcionário às suas atribuições dentro da organização.

Com isso, o programa de apadrinhamento, além de facilitar e otimizar o processo de onboarding da empresa, também gera parceria, amizade e companheirismo entre a relação padrinho-afilhado. Transformando o processo de integração muito mais fluido e eficaz.

Além disso, assim como a satisfação com a vida, o colaborador também precisa se sentir satisfeito e realizado com o seu novo trabalho. Contudo, esses sentimentos são gerados a partir de uma boa relação entre os membros da equipe, tornando o ambiente de trabalho mais leve, mais feliz e mais consistente.

Afinal, um colaborador feliz com o seu trabalho, realiza as suas atividades com mais dedicação, mais satisfação e mais produtividade. Consequentemente, a empresa se beneficia de uma maior otimização do tempo e também de dinheiro. Já que, se a instituição tem uma boa retenção de talentos, o custo financeiro de novas contratações acaba sendo reduzido.

Tudo começa na integração

Realizar um bom processo de integração de funcionários pode ser a solução para um maior número de retenção de talentos. Isto porque, é muito comum, algumas empresas terem um nível muito alto de exonerações de trabalhadores.

Pensando na situação financeira e de produtividade da instituição, isso não é favorável. Visto que, quanto maior o número de demissões, maior é o investimento financeiro em processos de novas contratações e menos produtiva se torna a empresa. Com isso, o custo financeiro pode aumentar de forma drástica, podendo afetar diversos outros setores da sua instituição.

Portanto, reter novos talentos é uma etapa crucial para o bom desenvolvimento e crescimento da organização. Até porque, reduzindo o custo financeiro do processo de novas contratações, esse investimento pode ser distribuído para outras demandas ainda mais importantes da empresa.

Por isso, o programa de apadrinhamento é muito importante para o processo de integração de funcionários, visto que, o novo colaborador se sentirá acolhido e pertencente a empresa desde o seu primeiro dia. Consequentemente, isso aumentará o seu desejo de ficar e a sua satisfação com as suas atividades na instituição.

Benefícios do programa de apadrinhamento

como melhorar o onboarding de colaboradores

1 – Maior entendimento da cultura organizacional da empresa

A verdadeira natureza e essência de uma empresa só podem ser sentidos com os trabalhos do dia a dia. Esses sentimentos e sensações que um novo colaborador precisa saber não estão incluídos no manual do colaborador.

Com isso, o padrinho do novo funcionário contratado pode ajudá-lo a entender com mais efetividade, quais são as normas sociais e culturais da instituição. E assim, aumentar a sua confiança e clareza no seu ambiente de trabalho e, também, nos ambientes sociais.

2 – Aumento da produtividade

Já foi constatado que as empresas que fazem o uso do programa de apadrinhamento nas suas novas contratações, aumentam a sua taxa de produtividade em um nível surpreendente.

De acordo com a empresa Microsoft, 73% dos seus funcionários que têm contato com seus padrinhos, em torno, de duas a três vezes por mês, nos primeiros noventa dias, se tornaram muito mais produtivos em suas atividades. Ou seja, acabam entregando muito mais, em menos tempo!

Além disso, essa mesma porcentagem, aumenta para 86% para os novos colaboradores contratados que encontram os seus padrinhos quatro a oito vezes por mês. E não para por aí, a taxa sobe ainda mais e vai para 97% para os novos trabalhadores que encontram os seus padrinhos mais de oito vezes por mês.

3 – O colaborador fica satisfeito com o seu trabalho muito mais rápido

Ainda trazendo a empresa Microsoft com uma excelente inspiração, a instituição relata que os novos funcionários contratados que tiveram os seus padrinhos ao lado, relataram que ficaram 23% mais satisfeitos com seu processo de integração para a nova empresa.

Com isso, logo depois, essa mesma estatística foi propagada para a satisfação geral com o trabalho em até 90 dias. Ou seja, os novos colaboradores se sentiram satisfeitos com os seus trabalhos logo no começo e antes de três meses, o que gerou uma retenção ainda mais positiva para a empresa.

Além disso, os novos colaboradores também se sentiram mais confiantes e seguros para ter uma boa relação e conexão com seu chefe e com todos os membros da equipe, de diferentes setores. Tornando uma boa relação interpessoal entre todos os departamentos da instituição.

Capacitar o padrinho é importante

Após analisar e escolher os padrinhos da sua empresa, a etapa crucial que não pode ser desvalorizada é a sua capacitação. Mesmo que o padrinho conheça todas as normas da instituição e tenha uma boa experiência, ele precisa compreender e pôr em prática quais serão todas as suas funções no programa de apadrinhamento.

Portanto, alguns dados mostram que o programa de apadrinhamento é muito mais eficaz quando o padrinho entende e sabe todos os detalhes sobre qual é o trabalho que o novo funcionário irá realizar. Mas também, como ele pode ajudar, tendo total autonomia e habilidade para isso.

Além disso, é muito importante também que o padrinho e o novo colaborador se reportem ao mesmo gerente. E o padrinho precisa ter tempo disponível para encaixar as suas novas funções na sua modalidade de trabalho na instituição.

Conclusão sobre o programa de apadrinhamento

Diante disto tudo, é comprovado que um bom programa de apadrinhamento pode facilitar o programa de integração de funcionários, tornando as atividades da empresa ainda mais produtivas e otimizadas. Contudo, é fundamental que a escolha dos padrinhos seja coerente e efetiva para, realmente, ter o resultado esperado.

Com isso, os padrinhos são as melhores pessoas para propiciar conexões sociais ainda mais fortes e resistentes entre todos os membros da equipe da instituição. Consequentemente, a empresa ganhará funcionários mais motivados, mais produtivos e mais engajados com as suas atividades.

Contudo, promover uma excelente experiência para o novo colaborador desde o seu primeiro dia de trabalho, aumenta a retenção de talentos da empresa. Em consequência, dessa maneira, ficará muito mais fácil fazer a organização escalar em um período menor de tempo e com mais efetividade.

Gostou do artigo? Baixe o nosso ebook Como construir um programa de padrinhos eficiente!


Compartilhe esse conteúdo